Rio Tinto realiza cerimônia de entrega de Certificados de Dispensa de Incorporação

A cidade de Rio Tinto realizou na manhã do dia (19/11), a cerimônia de entrega de Certificados de Dispensa de Incorporação, na sede da Casa da Cidadania, na Rua da Mangueira, no centro do município.

O evento contou com as presenças do prefeito e presidente da 129ª Junta de Serviço Militar, Fernando Naia, do 1º tenente João Auri Cavaline da 23º Serviço de Circunscrição Militar de João Pessoa, sub-tenente do TG 07/001 de Rio Tinto – Emanoel Josenildo, diretor da Casa da Cidadania – Jardel Pessoa, auxiliares do governo municipal e os dispensados do serviço militar.

O tenente João Auri Cavaline, explicou que ao atingir os 18 anos, o jovem já deve ter obtido documentos importantes para o exercício da sua cidadania, tais como registro de identidade, CPF e Título Eleitoral. No entanto, ainda faltará o documento de quitação com o Serviço Militar, obrigatório dos 18 aos 45 anos, conforme prevê a Lei do Serviço Militar. “Esse documento só é obtido com o alistamento militar”, informou.

O sub-tenente Emanoel Josenildo lembrou que o Tiro de Guerra de Rio Tinto completou neste ano, 73 anos de sua fundação, formando neste período, mais de 4.500 atiradores. O município está na lista de apenas cinco cidades da Paraíba que detém de uma base do Exército Brasileiro.

O prefeito Fernando Naia falou sobre a importância que o momento representa, de um ato de civismo e patriotismo, apontando como fortalecimento de uma mensagem necessária aos jovens que participaram da solenidade. Para ele, o país passa por um momento de enfraquecimento dos valores morais e éticos de suas instituições, e preservar valores como os quais foram comemorados no último dia 19, data em que se homenageia a bandeira nacional, é de fundamental importância.

Fernando comentou que a existência do TG 07/001 em Rio Tinto é muito importante para os jovens do município.

O cumprimento ao que prescreve a Lei do Serviço Militar e seu regulamento, para o recebimento do Certificado de Dispensa de Incorporação, faz-se necessário o juramento à Bandeira Nacional.

Codecom

COMPARTILHAR